sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Prometheus, de Ridley Scott


Digam o que disserem sobre este filme uma coisa é certa, há algum tempo que não se fazia algo tão bom em ficção científica.
Ridely Scott pode ter andado algum tempo a fazer filmes menos conseguidos mas não nos podemos esquecer que é o Pai de duas das maiores obras do género da ficção cientifica... de sempre. Para os mais distraídos estou a falar de Alien e Blade Runner.
Por isso foi com entusiasmo que recebi a noticia de que Scott iria regressar ao universo alien, com uma prequela do seu filme de 1979.

No ano de 2093 a nave Prometheus, com a sua equipa de cinetistas chega ao planeta LV-223 com a finalidade de descobrir a origem da humanidade. O que eles não sabiam era que iam descobrir algo mais que poderia levar à sua extinção.


O design visual faz lembrar o do filme de 79, com as óbvias distâncias uma vez que a tecnologia disponível agora é muito mais avançada. Mas não deixa de ser uma homenagem, mesmo que não seja directamente, ao mundo que Moebius ajudou a criar para Alien.
Prometheus é mais que um filme de suspense, Scott (e os argumentistas Jon Spaihts e Damon Lindelof) metem-nos a filosofar sobre as origens da nossa existência, quem seriam esses seres superiores que nos criaram e por conseguinte, se esses seres eram tão superiores, quem (o que?) eram os seres que levaram à sua (quase) extinção?
O elenco e personagens são competentes, e aqui se inclui o android David de Michael Fassbender (um "filho" do Ash - Ian Holm - de Alien). Noomi Rapace, Idris Elba, Charlize Theron e um irreconhecível Guy Pearce também por lá andam.

NOTA: 8/10

5 comentários:

ArmPauloFer disse...

Plenamente de acordo. Com o curto texto (sucinto mas positivamente contendo bastante) e até com a classificação final estou de acordo (dou exactamente a mesma)!
o filme é mesmo 8/10 MUITO BOM!!!

ArmPauloFer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Bizarro disse...

Tomara que ele fizesse sempre filmes assim tão bons.

Nuno Pereira disse...

Dentro do que eu acho também.

Em termos de interesse com este Prometheus até passei o metade do filme desencostado da cadeira a ver se sabia tudo o quanto antes. Muito bom! ;)

ArmPauloFer disse...

O quanto concordo com ambos. Vi em casa e mal terminou... tive de imediatamente o voltar a ver, de tão que é e com tanto sumo para espremer.
Venham mais assim!!!