quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

colheita musical de 2014 - #59

Blonde Redhead - Barragán

7/10
Terminada a fase 4AD, a melhor da banda os Blonde Redhead regressam passados 4 anos com o álbum mais minimalista até ao momento.


quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Locke, de Steve Knight


Ivan Locke (Tom Hardy) é um homem dedicado à família e um bem sucedido empreiteiro, tendo a seu cargo uma grande construção na zona de Birmingham, onde vive. Tudo lhe corre bem até ao dia que à saída do emprego recebe uma chamada telefónica que vai colocar tudo em causa. Deixando para trás mulher, filhos e o dia mais importante da sua carreira, ele encaminha-se para Londres onde uma colega com quem teve um caso pontual, está prestes a dar à Luz. Ao longo dessa viagem de hora e meia a sua vida vai-se por completo. Ao telefone, enquanto conduz ele salta por entre conversas de apoio a Bethan (a amante), a confissão de infidelidade à mulher, o confronto com os filhos que estavam à sua espera para assistir a um jogo do Birmingham City e ainda dar instruções à distância para a importante obra a que não devia ter faltado. Pelo meio ele vai ter de enfrentar os seus fantasmas e quando chegar ao destino verificará que tudo mudou e que não há ponto de retorno.

Locke é um intenso thriller, escrito e realizado por Steve Knight (argumentista de Promessas Perigosas, de David Cronenberg) que nos fará ficar agarrados à cadeira durante a sua duração. Um homem, um carro e um telefone. Simples mas intenso e uma grande representação de Tom Hardy.

NOTA: 8/10

terça-feira, 14 de Outubro de 2014

colheita musical de 2014 - #58

Interpol - El Pintor

8.5
Primeiro álbum sem o baixista e fundador Carlos Dengler, quinto do agora trio. E quando se podia julgar que a banda podia entrar em crise depois do menos bom álbum homónimo e da saída de Dengler, eis que surge este grande disco, a provar que estão mais consistentes e motivados, ou como diz a canção inicial, It's all the rage back home.

sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

Créditos Iniciais - 25th Hour

No. No, fuck you, Montgomery Brogan. You had it all, and you threw it away, you dumb fuck! —MONTY BROGAN


quinta-feira, 9 de Outubro de 2014

colheita musical de 2014 - #56

Spoon - They Want My Soul

8.4
É já o 8º disco da banda de Britt Daniel que depois do interregno e da experiência com Dan Boeckner chamada Divine Fits, se volta a juntar e gravam este belo disco, com grandes temas lá pelo meio.

Créditos Iniciais - True Detective

This place is like someone’s memory of a town — and the memory’s fading. —DET. RUST COHLE


terça-feira, 7 de Outubro de 2014

colheita musical de 2014 - #55

Swans - To Be Kind

8.5
Formados em 1982, portanto já com uma longa carreira os Swans são a prova de que se pode aliar longevidade a grandes discos. Principalmente se nos lembrar-mos que a banda fez um hiato de 13 anos e regressou em 2010 com um disco muito bom, coisa rara na indústria musical.
A banda de Michael Gira regressa agora com duas horas de experimentalismo ao mais alto nível, dividas por 2 discos. Confesso que não será um som fácil mas os apreciadores certamente irão gostar.

segunda-feira, 6 de Outubro de 2014

The Leftovers - primeira temporada


Criada por Damon Lindelof, um dos criadores de Lost, e Tom Perrota, escritor do livro homónimo que deu origem à série. No dia 14 de Outubro de um determinado ano 2% da população terrestre desaparece misteriosamente. Três anos depois, e sem nenhuma justificação cientifica ou religiosa encontrada, a população da pequena cidade de Mapleton, do estado de New York procura ultrapassar esse dia e seguir com as suas vidas. Se há pessoas que não foram muito afectadas outras perderam a família toda . São as vidas dos que ficaram para trás (os leftovers do título) que vamos acompanhar, os milagres de Wayne, as dúvidas de Kevin (Justin Theroux), o silêncio de Laurie (Amy Brenneman), que abandonou a familia para se juntar ao culto conhecido como The Guilty Remnants, a loucura (?) de Kevin Sr. (Scott Glenn) a rebeldia de Jill, filha de Kevin, a missão de Tom entre outros. Christopher Eccleston e Liv Tyler são outros actores conhecidos que têm papel relevante na primeira temporada desta excelente série. Venha a segunda temporada...

colheita musical de 2014 - #54

La Roux - Trouble in Paradise

6/10

sexta-feira, 3 de Outubro de 2014

colheita musical de 2014 - #53

Future Islands - Singles

8.4
Agradável surpresa o som deste trio de Baltimore a que o carisma da voz de Samuel T. Herring acrescenta qualidade. Já é o seu 4º álbum mas só agora os conheci. 

quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Utopia - 2ª temporada


Outra das boas séries do ano com uma 2ª temporada ainda melhor que a primeira. Tudo acompanhado por uma fotografia genial. A série vai ter um remake americano. Já sabem o que penso de remakes de coisas boas mas neste caso é David Fincher a estar ao leme e vai mesmo realizar todos os episódios da primeira temporada. A coisa promete, portanto.

sexta-feira, 26 de Setembro de 2014

colheita musical de 2014 - #52

Inspiral Carpets - Inspiral Carpets

6.7
O regresso aos discos 20 anos depois, desta banda que fez parte da onda Madchester durante os anos 90, altura em que gravaram grandes canções (Joe, Caravan, This is How it Feels, She Comes With the Fall, servem como exemplo) e 4 bons discos. Separaram-se inesperadamente em 1995 quando andavam em tournée (tinham passagem agendada por Lisboa - Voz do Operário). Em 2003 voltam a juntar-se e a gravar mais uns singles, que fariam parte da excelente colectânea Cool As. Em 2011 o mítico vocalista Tom Hingley deixa a banda dando lugar ao vocalista original Stephen Holt, que tinha sido um dos formadores da banda (saiu em 1989 para dar lugar a Hingley e nunca chegou a gravar um albúm). Aliás, o primeiro êxito da banda, Joe foi escrito por Stephen Holt e depois alterado e gravado já com Hingley (a versão que conhecemos). Este regresso da banda da vaquinha já não é tão cool as fuck mas ainda se ouvem bem.

colheita musical de 2014 - #51

Manic Street Preachers - Futurology

8/10
Regresso aos bons discos, neste que é o 12º de originais da banda galesa.

quarta-feira, 24 de Setembro de 2014

colheita musical de 2014 - #50

Morrissey - World Peace Is None Of Your Business

9.2/10
Moz regressa em grande depois de 5 anos sem gravar um álbum de originais. É o 10º da sua carreira a solo e quanto a mim não fica muito atrás dos seus melhores. A velha guarda continua a dar cartas no actual panorama musical, como podemos ver com os recentes trabalhos de Beck, Damon Albarn, Peter Murphy ou Morrissey.

terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Nebraska, de Alexander Payne


Nebraska é uma joia de filme que viu os seus méritos serem reconhecidos devido à excelente prestação dos actores em cena. 
A fotografia a preto e branco realça a decadência e melancolia daquela zona dos Estados Unidos e fortalece a atmosfera entristecida que as personagens querem transmitir. 
Bruce Dern interpreta Woody, um homem de idade com sinais de senilidade, em boa parte devido a uma vida de alcoolismo. A esposa, interpretada por June Squibb é firme e orgulhosa e não deixa nada para dizer. O filho mais velho David (Will Forte) vende produtos electrónicos em Billings, Montana e Ross (Bob Odenkirk) é o outro filho, um jornalista na televisão local. Quando Woody recebe uma publicidade a dizer que tem de ir a uma cidade do estado do Nebraska para levantar 1 Milhão de dólares que acaba de ganhar. Impedido de guiar, Woody decide ir a pé e vendo que o pai não vai desistir da sua jornada, David decide levá-lo, numa viagem que dará para se ficarem a conhecer melhor, eles que sempre tiveram uma relação distante. 
Alexander Payne é perito a contar histórias de homens de certa idade, deslocados e perdidos no mundo, que normalmente partem numa jornada de autodescoberta. Foi assim em Sideways, About Schmidt ou Os Descendentes e volta a fazê-lo aqui, sendo a primeira vez que não tem a seu cargo o argumento, que fica para o estreante Bob Nelson. Um filme muito bom, que está no rol dos melhores que vi ultimamente.

NOTA: 8/10

sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

colheita musical de 2014 - #49

Lana del Rey - Ultraviolence

6/10
Continuo sem grande paciência para gajos e gajas que cantam em sofrimento, como se lhes estivessem a enfiar brasas para dentro das cuecas. De qualquer maneira este disco é menos ultraviolento para os meus ouvidos que o primeiro da rapariga.

colheita musical de 2014 - #48

Klaxons - Love Frequency

5/10

Os Klaxons prometeram tanto com Myths of the Near Future e afinal ficaram-se por aí.

colheita musical de 2014 - #47

Peter Murphy - Lion

8.5/10
Desde Love Hysteria (1988), Deep (1990) e Holy Smoke (1992) que Peter Murphy não tinha um álbum tão bom. E talvez seja o disco cujo som mais se aproxima do dos Bauhaus. Basta ouvir o 1º tema, Hang Up para se perceber isso.

terça-feira, 16 de Setembro de 2014

colheita musical de 2014 - #46

Andrew Bird - Things Are Really Great Here, Sort Of

4/10

O melhor do disco é a capa. De resto, não tenho paciência.