quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2012

Tinker, Tailor, Soldier, Spy, de Tomas Alfredson


Esta obra de John Le Carré já tinha sido adaptada em 1979, numa série da BBC com Alec Guinness como protagonista.
Desta feita, e com produção europeia  coube ao sueco Tomas Alfredson (Deixa-me Entrar) realizar esta difícil adaptação.
George Smiley (Gary Oldman) é um dos mais qualificados e conceituados agentes do Circus, o quartel-general dos serviços de espionagem britânicos. Prestes a obter a reforma, é intimado pelo governo britânico para resolver um caso particularmente delicado: interceptar um agente soviético infiltrado na própria agência. A única coisa que se sabe sobre esta "toupeira" é que é alguém do grupo, treinado para trair e em quem eles, infelizmente, se habituaram a confiar... 

The Circus

A sólida realização de Alfredson quase que nos hipnotiza, numa adaptação que à partida poderia tornar-se complicada. A estrutura da narrativa é composta por inúmeros flashbacks sem aviso prévio de que os mesmo estão a suceder.
O elenco é grandioso, o que não significa que tenha grande protagonismo. Gary Oldman, John Hurt, Colin Firth, Mark Strong, Tom Hardy, Ciaran Hinds, com este último, por exemplo a quase não abrir a boca mas a ter uma presença  notável.
Esta é, no fundo a revitalização dos filmes de espiões.
Tinker Tailor Soldier Spy está nomeado para 3 Oscars (Argumento Adaptado, Actor - Gary Oldman e Banda Sonora).

NOTA: 8/10

Sem comentários: