quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Up in the Air, de Jason Reitman


O realizador do excelente Juno, Jason Reitman regressa com a adaptação de uma obra de Walter Kirn, Up in the Air na qual Ryan Bingham (George Clooney) é um executivo que passa a vida a viajar pelos Estados Unidos para despedir pessoas. A sua casa em Omaha serve apenas para guardar as suas pequenas coisas. Ele é um solteirão convicto, sendo até alérgico ao casamento. Esta vivência estranha levam-no a ter pouco contacto com as irmãs. As coisas que mais aprecia na vida são alguns cartões de fidelidade de companhias aéreas e hotéis por onde vai passando.
Tudo vai correndo de vento em popa até à chegada à empresa da jovem Natalie (Anna Kendrick) que vem com ideias inovadoras que passam por despedir as pessoas através de vídeo-conferência, o que arruinará o modo de vida de Ryan, e este tudo fará para que fique tudo na mesma principalmente depois de conhecer Alex (Vera Farmiga) , com quem começa a sincronizar encontros em locais específicos onde se cruzem.

Embora feito a partir da dor e da tragédia que é uma pessoa ficar no desemprego, Reitman filma com a qualidade que já nos habituara nos seus filmes anteriores uma comédia com toques de reportagem social, com grandes interpretações e dois grandes cameos - JK Simmons e Sam Elliott.

Em suma, mais um grande filme que estreia em 2010 e ainda só estamos em Janeiro.

NOTA: 9/10



2 comentários:

Fifeco (Filipe Ferraz Coutinho) disse...

Há já quem diga que Jason Reitman é o Billy Wilder contemporâneo. Se o é ou não, não sei, mas é inegável que está num excelente caminho para o ser.

Thank You for Smoking e Juno já haviam sido excelentes. Este Up in the Air é a prova viva de que o realizador tem tudo para continuar a retratar a sociedade de forma impenetrável.

patxocas disse...

Eu adorei o filme!
E até ao momento, para mim, é o filme do ano. Qual Avatar qual quê. :)