quarta-feira, 13 de maio de 2009

Star Trek, de JJ Abrams


Não sendo um trekkie por natureza gostava de ver a série original do Star Trek quando passava na RTP. Via-a com alguma regularidade embora a minha preferida de ficção cientifica fosse o Espaço 1999, que até tenho em DVD. Dos 10 filmes que já se tinham feito baseados nesta mítica série apenas vi um ou dois e mesmo desses não tenho uma recordação muito presente.

Então se não era um fã desmedido da série, o que é que me fez ir ao cinema ver esta nova versão de Star Trek, com actores jovens e imberbes?
JJ Abrams, senhoras e senhores. Apesar de achar que o terceiro capitulo de Missão: Impossível era dispensável, qualquer coisa que este senhor toque deixa-me curioso.
E de facto temos aqui algo de muito bom. Um filme para aqueles que não gostam ou não conhecem a série, mesmo para quem não é fã da ficção científica. Ao mesmo tempo os verdadeiros trekkies de certo que não irão ficar desapontados.
Depois tem aqueles piscar de olho brilhantes, ou não fossem os mesmos argumentistas de Lost e Cloverfield (a bebida fictícia que eles pedem no bar, no inicio do filme, aparece também em Lost e Cloverfield e as legendas que aparecem aquando da mudança de lugar são as mesmas do logótipocameo desse ícone que é Leonard Nimoy (o Spock original), no papel de... Spock. O elenco é bem conseguido, com especial destaque para o novo Mr. Spock, Zachary Quinto (o Sylar da série Heroes) e Eric Bana, maléfico com o seu vilão Nero. Embora não me lembre bem de alguns personagens da série/filmes originais veio-me logo à memória o original Dr. McCoy assim que vi o novo, desempenhado pelo actor Karl Urban.
Um filme obrigatório, cheio de grandes cenas de acção e efeitos especiais do melhor, que me fez vontade de ver (ou rever) alguns dos Star Trek anteriores.


NOTA: 9/10


3 comentários:

Fifeco disse...

Concordo em absoluto. Um filme muito, muito bom... dos melhores do ano até ao momento.

Pedro disse...

Quero ir ver...talvez este fds...

JJAbrams o novo Spielberg?

Esperemos q o outro JJ tb tenha o tal toque
hehehe

João Bizarro disse...

Fifeco é, não é?

Pedro, vai ver. Acho que vais gostar.
Espero que 2010 seja o ano dos JJ. :)