quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Vicky Cristina Barcelona, de Woody Allen

Vicky (Rebecca Hall) e Cristina (Scarlett Johansson) são duas amigas americanas que estão de férias em Barcelona. Vicky vai fazer um mestrado sobre a cultura catalã e Cristina acompanha-a à procura de aventuras. Quando conhecem o pintor Juan Antonio (Javier Bardem) numa galeria de arte este logo lhes propões um fim de semana em Oviedo, com boa comida, bom vinho e muito sexo!!! Vicky está noiva, é conservadora e quer recusar. Cristina gosta destes pagodes, fica atraida por aquele pintor e convence a amiga a irem.
Na primeira noite em Oviedo, depois de uns copos de vinho Juan António leva Cristina para o quarto e quando estão quase em vias de facto ela ressente-se de uma ulcera e tem de ser hospitalizada. Contra sua vontade, Vicky tem de passar o resto dos dias na companhia de Juan António, a visitar as redondesas, a comer, a beber, a ouvir musica catalã e o resto já podem adivinhar...
De regresso a Barcelona. Cristina começa a ter encontros com Juan António e resolvem viver juntos, enquanto Vicky resolve casar-se apesar daquele fim-de-semana não lhe sair da cabeça. Quando tudo parecia bem encaminhado eis que reaparece a ex-mulher neurótica de Juan António, Maria Elena (Penélope Cruz).
Juan António resolve acolhe-la "temporariamente" e assim passam a viver os três em perfeita harmonia - para não dizer outra coisa !!!

Uff... É assim o cinema de Woody Allen, por vezes confuso, mas hilariante e aqui volta a dar-nos mais uma prova do seu talento com mais um grande filme.

NOTA: 9/10


4 comentários:

Fifeco disse...

Dou lhe 8 em 10. Mas gostei muito. Um filme muito parecido com Manhattan com as devidas distinções. Mas é uma excelente obra de Allen e o poster é qualquer coisa de fenomenal.

Paulo Pereira disse...

E 2009 em grande. Depois d' Troca, do Benjamim Button, a produção anual de Woody Allen.

Caramba, cada vez me sinto mais siderado com a Scarlet. Actriz fantástica, dona de uma beleza que me catva. Ai se me cativa...

João Bizarro disse...

A Scarlett e a Penelope!
E o outro que vive com elas duas???

Rai's parta o homem!

Fernando Ribeiro disse...

Não lhe dou uma nota tão alta como tu. Dou um 7. Acho que é um filme pouco Woody Allen. Mas cresce de ritmo e muda completamente quando Penélope Cruz entra em cena. Foi nomeado ao Oscar muito justamente.

Abraço.