quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Changeling, de Clint Eastwood


1928, zona de Los Angeles. Quando o seu filho desaparece, uma jovem mulher (Angelina Jolie) faz de tudo para o encontrar. Até ao dia que a policia lhe aparece com uma criança que a trata por "Mãe" mas ela afirma que aquele não é o seu filho! A policia em pulgas para resolver o caso o mais rápido possivel dá-a como louca e interna-a num hospital psiquiátrico. Com a ajuda de um padre (John Malkovich) ela vai lutar para tentar saber o que realmente aconteceu.
Este não é um filme só sobre uma mãe à procura de um filho que desapareceu. É uma luta contra as injustiças e um retrato da realidade daquela altura na cidade de Los Angeles.

Clint Eastwood está a ficar como o vinho do Porto e não é a idade que o impede de fazer 2 filmes por ano. E que filmes (digo eu mesmo sem ter visto Gran Torino - apenas vi o trailer e li algo de muito positivo sobre o mesmo).
Este Changeling pode muito bem figurar entre os melhores filmes do realizador Eastwood e promete estar na linha da frente dos mais conceituados prémios do cinema (juntamento com o outro, Gran Torino). Angelina Jolie tem um excelente desempenho, dos melhores que já lhe vi fazer e é uma das grandes actrizes do momento.
Eastwood Vintage!!!
O primeiro grande filme de 2009. Que outros se sigam...

NOTA: 9/10


3 comentários:

Fifeco disse...

Eu dou-lhe o 10 sem qualquer tipo de reservas. Uma obra incrível e pesada, muito pesada. Brilhante a todos os níveis.

Abraço

Augusto disse...

Passem por www.falcaoecomparsas.blogspot.com e votem no melhor filme do ano!

Saudações

Paulo Pereira disse...

E, melhor do qur tudo, saber que a história foi verídica. Como diz o João, Clint está como o vinho do Porto. Cada vez melhor, com o passar da idade. A maturidade tem destas coisas. Torna-o perfeito. Um cineasta brilhante.

Com o Gran Torino em ponto de ebulição, vai ser um grande 2009 para os amantes do cinema.