segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Time Bandits, de Terry Gilliam


A partir de um argumento escrito a duas mãos, por si e pelo seu comparsa dos Monty Phyton, Michael Palin, Terry Gilliam dá largas à sua prodigiosa imaginação nesta fábula sobre um rapazito e um bando de 6 anões que viajam no tempo à procura de tesouros para roubar.
Kevin é um rapaz com uma imaginação muito fértil e uma noite ouve uns barulhos vindos do guarda-fatos do seu quarto e depara-se com 6 anões que vêm fugidos do Ser Supremo do universo, a quem roubaram um mapa. Um mapa que assinala os "buracos do tempo" de todo o universo.
Juntos vão viver aventuras no tempo de Napoleão, na Idade Média, na Grécia Antiga, com Robin Hood e até a bordo do Titanic.
Este filme de Gilliam teve a particularidade de o juntar a outros dois Phyton, Michael Palin e John Cleese.
Sou fã dos delirios de Terry Gilliam e este é mais um bom exemplo daquilo de bom que ele sabe fazer.

NOTA: 8/10


3 comentários:

Fifeco disse...

Curiosamente ou não comprei muito recentemente esta fita. Eu não sou um particular fã dos devaneios criativos de Gilliam mas espero que esta seja uma excepção. A ver vamos.

Abraço

zorg disse...

Tenho este na pilha dos filmes a ver há para aí 6 meses. Tenho de começar a dar vazão a isto, porque a pilha só cresce...

João Bizarro disse...

fifeco, com "desvaneios criativos" é que o cinema se torna interessante.
Ver sempre coisas "reais" chateia um bocado!!! ;)

zorg, comigo passa-se o mesmo. Já lá tinha este há mais ou menos esse tempo e outros ainda há mais tempo...