quarta-feira, 19 de março de 2008

A Sombra do Caçador, de Charles Laughton


Lembro-me de ver A Sombra do Caçador numa reposição no cinema Ávila, em Lisboa, algures nos finais dos anos 90. Sai da sala completamente extasiado com o que acabara de ver.

A Sombra do Caçador (The Night of th Hunter, no original) foi o unico filme realizado pelo actor Charles Laughton (Pousada da Jamaica e Spartacus, são dois dos filmes mais conhecidos que protagonizou).
E logo uma obra prima.
Uma mistura de filme de terror com conto de fadas, com o magnifico Robert Michum no papel de uma espécie de barba azul, um pastor religioso e ao mesmo tempo assassino das mulheres que vai casando.
O filme tem cenas memoráveis e foi inclusive alvo de estudo através de um livro.


Este é um dos filmes que um amante de cinema jamais deverá perder.

NOTA: 10/10

6 comentários:

Hugo disse...

Poucas pessoas das novas gerações conhecem, mas é um filmaço.
Robert Mitchum faz um misto de pastor e assassino sensacional.

Vale a pena assistir.

Vou linkar seu endereço no meu blog.

Fala um visita tb.

Abraço

João Bizarro disse...

Já lá fui visitar. Muito interessante.

Béu disse...

um filme que com toda certeza, pode ser chamado de obra prima!

Red Dust disse...

O primeiro 'contacto' que tive com este filme foi na saudosa revista Tintin, onde aparecia Robert Mitchum de forma orgulhosa, junto a uma varanda. Nas suas mãos tatuadas estava escrito... amor e ódio.

Uma imagem marcante, que pude conferir com o filme. A tensão é crescente no pesadelo das crianças. Aquele pregador louco pode estar em qualquer lado.

A minha classificação: 9/10.

Só um acrescento: Charles Laughton realizou em conjunto com Burgess Meredith e Irving Allen 'The Man On The Eiffel Tower', apesar dos créditos no filme serem de Meredith.

Red Dust disse...

Esqueci-me no comentário anterior: vi este filme como 'A Sombra Do Caçador'.

João Bizarro disse...

Tens toda a razão, Red Dust, fui-me pela tradução do título original.
Obviamente que o filme ficou conhecido em Portugal (e foi assim que o vi) como A Sombra do Caçador!!!

Béu, é mesmo uma obra prima.